TAG I Eu nunca
Posted by
Posted in

TAG I Eu nunca

1 – “Eu nunca li isso” – Um livro que você não leu, mas que aparentemente todo mundo já. Caixa de pássaros. Desde o ano retrasado, quando o nome Shannon aparece, todos ao meu redor morrem de rir. E eu, de  lá até aqui permaneço sem compreender uma vírgula.  (Por acaso, a Shannon dorme com o Bozo?) […]

Resenha I Olhai os lírios do campo
Posted by
Posted in

Resenha I Olhai os lírios do campo

“Uma revolução pode mudar um sistema de governo, mas não conseguirá melhorar a natureza do homem.“ Um telefonema revela o iceberg que é a vida de Eugênio. Pois, ele detesta Eunice, sua casa, o emprego e o passado. Além disto, a consciência lhe pesa: Quantas atitudes suas não magoaram as pessoas que amava? Perplexo consigo mesmo, […]

TAG LITERÁRIA: Legião Urbana
Posted by
Posted in

TAG LITERÁRIA: Legião Urbana

TAG criada por Hillary Freitas no Leitor Amino. ✾ Eduardo e Mônica: Um casal nada parecido, mas que se completa direitinho como feijão e arroz. R: Lottie e Joe, de A casa das Marés. Ela é amargurada, ele amável….  ✾ Faroeste Caboclo: Uma história intensa e cheia de reviravoltas. R: “Não verás país nenhum.” A temática dele […]

Resenha: Os homens que não amavam as mulheres
Posted by
Posted in

Resenha: Os homens que não amavam as mulheres

Os homens que não amavam as mulheres, um livro que não foge das piadinhas feitas pelos brasileiros e onde há uma das minhas protagonistas preferidas. Ele é o primeiro livro de uma trilogia, intitulada “Milennium.”  Aviso desde já que não são apenas flores no processo de leitura. Muitas das vezes a escrita se arrasta, mas […]

Conto I Conhecendo um amigo
Posted by
Posted in

Conto I Conhecendo um amigo

Conhecendo um amigo:   Ela era como o Sol. Cheia de vida, trazia alegria, reunia as pessoas. Por mais que ela não fizesse nada, sua aura contagiava todos que estavam perto, e ela adorava fazer isso. Ele era como o mar. Carregado de mistério. Um pouco confuso, incompreensível para muitos.   O Sol conheceu o […]

Resenha: Morte Súbita, de JK Rowling
Posted by
Posted in

Resenha: Morte Súbita, de JK Rowling

O número de pessoas vivendo na pobreza no Brasil aumentará entre 2,5 milhões e 3,6 milhões até o fim deste ano, segundo o estudo inédito do Banco Mundial. […] Denominados de “novos pobres” pela instituição-internacional…  ->Fonte   O estudo divulgado pelo “O Globo” remete-me ao livro de hoje: Morte Súbita. ≈ A história:   A morte […]

TAG EM VÍDEO I Signos literários
Posted by
Posted in

TAG EM VÍDEO I Signos literários

Esta tag foi criada pelo canal Elefante Literário (youtube). UM PERSONAGEM QUE NÃO TEM PAPAS NA LÍNGUA: Scout Finch, de O sol é para todos. Apesar de ser uma criança, ela questiona as contrariedades do mundo dos adultos. Se ela acredita que algo está errado, vai dizer/perguntar “sem papas” na língua.  UM PERSONAGEM QUE TEM […]

Resenha: Senhora, de José de Alencar
Posted by
Posted in

Resenha: Senhora, de José de Alencar

     A reportagem, mais especificamente o trecho acima propiciou diversas piadas nas redes sociais por conta da ironia da “Senhora”.  Aurélia Camargo, a Senhora do livro também é a principal responsável pelas contradições existentes no livro.   Afinal, como já dizia Renato Russo: Quem um dia irá dizer que existe razão nas coisas feitas […]

Resenha: O morro dos ventos uivantes
Posted by
Posted in

Resenha: O morro dos ventos uivantes

  Este breve poema acima encaixa-se ironicamente ao clássico livro de Emily Brontë, O morro dos ventos uivantes. O porquê será explicado no decorrer da resenha.  No inicio do século 19, em 1801, o Sr Lockwood decide visitar o proprietário da casa que alugou para sua estadia. Ele choca-se com a rispidez com que é […]

Resenha: Dom Casmurro I TRAIU OU NÃO TRAIU?
Posted by
Posted in

Resenha: Dom Casmurro I TRAIU OU NÃO TRAIU?

Você já ouviu falar de Dom Casmurro, se não pelo “Capitu traiu ou não Bentinho” pelos Olhos de cigana oblíquia e dissimulada/de ressaca da Capitu. Eis o que posso dizer da história: (sem spoilers) Bento Santiago, um senhor advogado de 54 anos bem apessoado financeiramente escreve para matar o tempo, recordando-se de sua juventude. Como […]