O começo de mim

  Carrego o peso das estrelas em meu olhar. As abandonei por inúmeras noites, trocando-as pela companhia do silêncio. Porém, hoje elas me traíram, arrastando-me para este lugar. Aqui, sou turista do mundo.
   O vento arrumou o cabelo fixado com spray, tornando-o sua obra prima. O balanço me convidou a regressar para dias inconstantes e as flores suplicaram em adornar pele flácida. No asilo zombava-se de autenticidade. O batom vermelho; as cores vivas, músicas animadas,  jaquetas de coro e saltos altos são vulgares para mim, eles insistem emafirmar. Não devo tanto para eles! Porém, devo muitíssimo a mim. E pensando no meu passado repleto de tatuagens, libertinagens e inconstância, fugi.
   O vestido púrpuro da minha filha me alcança. Nestes últimos anos nunca me atrasei para encontros, considerando a ausência de opções. No entanto, finalmente pude abusar. O cabelo espatifado, as unhas com esmalte descascado, as roupas em farrapos e a mente livre. Estou pronta para me conceder uma última insanidade.

tumblr_mcexl9N5vw1rnlg7uo1_1280